Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1561
Tipo: Dissertação
Título: Dinâmica da paisagem em ambientes salinos no pantanal da Nhecolândia, MS: estudo de caso da Lagoa Salina do “Rondon”
Autor(es): Decco, Hermiliano Felipe
Abstract: O Pantanal é considerado uma área única no mundo, em função das suas características e dinâmicas ambientais, que são ímpares. Uma região com dimensões continentais, incrustada na porção central da América do Sul, tendo áreas no Paraguai, Bolívia, porém grande parte está localizada no Brasil, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Esta mesma dinâmica ambiental se faz presente pelas várias unidades de paisagem existentes, caracterizando as 11 sub-regiões existentes. O Pantanal da Nhecolândia, que se limita ao Norte com o Rio Taquari e ao Sul com o Rio Negro, é a região com mais particularidades, pois, existem diversos ambientes, como baías, corixos, cordilheiras, porém em especial existem lagoas conhecidas como salina. A área de estudo proposta é a lagoa salina do “Rondon”, localizada na Fazenda Firme, no Pantanal da Nhecolândia. O presente trabalho propõe este estudo por ter particularidades nos aspectos físicos e grande importância para o “pantaneiro”, pois é a última fonte de água nas épocas de estiagem. A metodologia foi baseada na análise integrada da paisagem que se pautam num estudo conjunto entre o meio físico e o meio antrópico. O método aplicado para a realização desta pesquisa foi o GTP, (proposto por Bertrand e Bertrand) onde temos o Geossistema (source), Território (ressource) e Paisagem (Ressourcement). O espaço foi estudado através das três variáveis propostas, que no seu conjunto se integram e se interagem na análise geográfica. Na área de estudo foram realizadas tradagens na forma de topossequências em transectos Norte-Sul e Leste-Oeste, para descrever as características dos perfís verticais e horizontais do solo e associar a cobertura vegetal do ambiente. Os resultados demonstraram a grande variabilidade das paisagens das lagoas salinas, onde na “cordilheira” apresente uma vegetação densa e arbórea, a área de contato com a vegetação baixa constituída de gramíneas e a praia onde não há cobertura vegetal, se encontra em contato com a oscilação da água da lagoa salina. Estes aspectos se relacionam com a morfopedologia da área que apresentam características de solos com manchas escuras por materiais orgânicos em decomposição, nos cordões arenosos e com concreções e camadas diferenciadas como a “camada verde”, principalmente na lagoa salina e em direção à base do cordão arenoso. Por meio da análise integrada da paisagem observamos a importância deste ambiente da dinâmica pantaneira, tanto dos aspectos físicos como de aspectos econômicos, na criação do gado bovino, que estes devem ser preservados.
Palavras-chave: Pantanal - Brasil
Lagoas - Brasil
Nhecolândia (Corumbá, MS)
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1561
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Geografia (Campus de Três Lagoas)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Hermiliano Felipe Decco.pdf3,22 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.