Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1542
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização dos Determinantes Ecoparasitológicos da Leishmaniose Visceral Humana no Município de Campo Grande, MS
Autor(es): Yamamoto, Débora Mieko
Abstract: O objetivo deste estudo foi realizar uma análise paisagística nos domicílios dos pacientes diagnosticados com LV no Município de Campo Grande - MS no ano de 2007, incluindo informações sócio-ambientais. Entre Agosto e Novembro de 2008 foram visitadas 121 residências e identificados os fatores propícios à ocorrência das infecções. A LV acometeu principalmente crianças de 0 a 4 anos e indivíduos do sexo masculino. O peridomicílio foi maior de 200 m2 em 52,9% dos casos e a área verde igual ou menor de 10 m2 em 33,9%. Houve acúmulo de matéria orgânica em 83,5% dos domicílios, principalmente folhas/frutos e fezes de animais. Foram observados terrenos baldios próximos a 27,3% das residências. Em 67,8% dos domicílios foram observados animais domésticos, principalmente cães, gatos e galinhas. Houve associação significativa (p<0,001) entre a presença de cães positivos para LV e peridomicílios maiores de 200 m2, acúmulo de matéria orgânica no solo, presença de terrenos baldios próximos à residência e presença de outros animais domésticos A doença está distribuída em todas as regiões urbanas do município, e a maioria encontra-se na região Anhanduizinho, Prosa e Lagoa. Os dados deste trabalho podem fundamentar a adoção de novas estratégias de controle e profilaxia da doença, bem como direcionar as ações de educação da população.
The objective of the present study was to carry out an ecoparasitological analysis of the residences of patients diagnosed with visceral leishmaniasis (LV) in the Municipality of Campo Grande, Mato Grosso do Sul State, during 2007, including social and environmental information. From August to November of 2008, 120 residences were visited and factors propitious for the occurrence of infections identified. LV was most prevalent in children of 0 to 4 years of age and males. The peridomiciliar area was greater than 200m2 for 52.9% of the residences and the area of vegetation equal or less than 10m2 in 33.9%. An accumulation of organic material was found in 83.5% of the residences, principally fruits, leaves and animal feces. Empty lots were close to 27.3% of the residences. Domestic animals, principally dogs, cats and chickens, were observed in 67.8% of the residences. There was a significant (p<0.001) relationship between the presence of LV positive dogs, a peridomiciliar area of more than 200 m2, the accumulation of organic material on the ground, the presence of waste lots close to the house, and of other domestic animals. The disease is distributed in all the urban regions of the Municipality, with the majority of cases in the Anhanduizinho, Prosa and Lagoa regions. The data obtained in this study may aid in the adoption of new strategies for the control and prophylaxis of the disease, as well as orienting educational actions for the population.
Palavras-chave: Leishmaniose Visceral
Controle Biológico de Vetores
Matéria Orgânica
Animais Domésticos
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1542
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Debora Mieko Yamamoto.pdf5,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.