Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1523
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorParanhos Filho, Antônio Conceição-
dc.contributor.authorMorais, Renata Porto-
dc.date.accessioned2012-06-18T11:58:53Z-
dc.date.available2012-06-18T11:58:53Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1523-
dc.description.abstractA discussão em torno das áreas de preservação permanente - APP ganha cada vez mais espaço no cenário econômico, pois são consideradas por alguns proprietários como perda de área de cultivo. Porém as APP contribuem para a manutenção da qualidade da água, conservação do solo, proteção de taludes e conservação da flora e fauna. As geotecnologias aplicadas ao monitoramento e fiscalização compõem uma alternativa viável e eficaz para a preservação de APP e para o cumprimento da legislação vigente. No mercado existem diversos dados de sensoriamento remoto, com características diferentes. As imagens de satélite inseridas em um SIG (Sistema de Informações Geográficas) propiciam informações essenciais à gestão dos recursos naturais. O banco de dados SIG construído nesse trabalho é composto por imagens de satélite de alta e média resolução algumas comerciais, outras gratuitas disponíveis na web (CBERS-2/CCD, CBERS-2B/CCD, CBERS-2B/HRC, LANDSAT TM, LANDSAT ETM+, ALOS/AVNIR-2, ALOS/PRISM, IKONOS-2), além de dados vetoriais, modelos digitais de elevação, informações obtidas no campo. Foram visitados 405 pontos de controle no Estado, analisados em torno de 180 pontos quanto à APP. Os polígonos das áreas de preservação permanente foram obtidos apartir da vetorialização da hidrografia sobre a imagem PAN do Landsat auxiliados por uma imagem CBERS2/CCD e por dados SRTM. As APP declividade foram obtidas através da transformação de dados raster das cartas de declividade em dados vetoriais. Com a concatenação dessas informações em um banco SIG obteve-se a delimitação das faixas de APP de recursos hídricos e APP de declividade do Município de Costa Rica, permitindo avaliar as características dos sensores remotos quando a determinação da presença ou não da vegetação ciliar. Os resultados também mostraram as limitações e o potencial de uso de cada um dos sensores analisados.pt_BR
dc.description.abstractThe discussion on the areas of permanent preservation (APP) becomes more important every day on the economic scenario, because this kind of area is considered as a loss of farming area at the rural properties by some owners. Therefore the APP contributes for the maintenance of the water quality, soil conservation, slope protection and the conservation of fauna and flora. The geotechnologies applied on monitoring and controlling of APP becomes a reliable and efficient alternative for preservation and law enforcement. There are several remote sensed images on commercialization, with different characteristics. The satellite images inserted on a GIS (Geographic Information System) provide essential information on the management of natural resources. The GIS data bank built on this work is composed by satellite images with high and medium resolution, some commercial others available on internet for free (CBERS- 2/CCD, CBERS-2B/CCD, CBERS-2B/HRC, LANDSAT TM, LANDSAT ETM+, ALOS/AVNIR-2, ALOS/PRISM, IKONOS-2), and also composed by vector data, digital elevation model and information gathered on the field work. It has been visited 405 ground control points over the State and has been chosen and analyzed 180 points about the APP status. The APP polygons have been obtained by the vectorizing the hydrograph over a Landsat Pan image, supported by a multispectral CBERS2/CCD image and SRTM data. The declivity APP has been obtained by the transformation of raster data from slope charts on vector polygonal data. These information have been assembled on GIS bank, providing the delimitation of hydric resources APP and declivity APP at the Costa Rica Municipality, allowing the evaluation of the characteristics of the remote sensors on the determination of the presence or absence of riparian vegetation. The results have also shown the utilization limitations and potential of each analyzed sensor.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectÁreas Protegidaspt_BR
dc.subjectTecnologia Ambientalpt_BR
dc.subjectEngenharia Sanitária e Ambientalpt_BR
dc.titleGeotecnologias na identificação de áreas de preservação permanentept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Tecnologias Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renata Porto Morais.pdf7,8 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.