Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1504
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorHess, Sônia Corina-
dc.contributor.authorVieira, Luana Barbiero-
dc.date.accessioned2012-06-14T19:56:31Z-
dc.date.available2012-06-14T19:56:31Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1504-
dc.description.abstractA crescente geração de resíduos sólidos pelas atividades humanas constitui-se em um desafio a ser enfrentado atualmente pelas administrações Municipais, pois o descarte inadequado destes têm produzido passivos ambientais potencialmente capazes de causar poluição, provocando alterações no solo, na água e no ar. Os Resíduos de Serviços de Saúde constituem fração importante dos resíduos sólidos pelo risco potencial que apresentam devido à presença de materiais biológicos, perfurocortantes, substâncias químicas e radioativas. Os estabelecimentos de saúde do país estão passando por pressões legais para adequarem os procedimentos de manejo dos resíduos, de forma a evitar riscos a Saúde Pública e Meio Ambiente. Desse modo o presente estudo visou a elaboração de um modelo de gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde para um hospital de pequeno porte localizado no Município de Ivinhema-MS, através de levantamentos quali-quantitativos realizados “in loco”. O levantamento quantitativo permitiu calcular as taxas de geração de resíduo por setor e por leito ocupado e através do levantamento qualitativo foi possível constatar inadequações relativas à segregação adotada pelo Hospital em estudo além de outras inconformidades encontradas nas fases posteriores de manejo. O plano de gerenciamento proposto contemplou procedimentos de redução, reutilização e reciclagem além da adequação de equipamentos e infra-estrutura relacionada a gestão dos mesmos.pt_BR
dc.description.abstractThe increasing generation of solid waste by human activities is one challenge currently being faced by municipal governments, because the improper disposal of them has produced environmental liabilities potentially capable of causing pollution, causing changes in soil, water and air. The Medical Waste is important fraction of solid wastes that has potential for risk due to the presence of biological material, perforating, chemical and radioactive substances. Establishments of health of the country are going through legal pressure for adequate procedures for handling waste, to avoid risk to Public Health and Environment. Thus this study aimed at developing a model of the Waste Management of Health Services for a small hospital located in the city of Ivinhema-MS, through qualitative and quantitative surveys conducted "in loco”. The quantitative survey allowed us to calculate the rates of waste generation by industry and busy bed and through the qualitative survey it was possible to find mismatches on the segregation study adopted by the Hospital, in addition to other shortcoming found in the further management. The management plan proposed included management procedures to reduce, reuse and recycling and the adequacy of equipment and infrastructure related to management.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectResíduos de Serviços de Saúdept_BR
dc.subjectHospitais - eliminação de resíduospt_BR
dc.subjectHospitais - engenharia ambientalpt_BR
dc.subjectHospitais - saneamentopt_BR
dc.subjectHospitais Públicospt_BR
dc.titleDiagnóstico e oropostas para o gerenciamento dos resíduos sólidos de serviços de saúde do Hospital Municipal de Ivinhema-MSpt_BR
dc.title.alternativeDiagnosis and proposal to management of solid medical waste from the Municipal Hospital of Ivinhema-MSpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Tecnologias Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luana Barbiero Vieira.pdF2,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.