Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1493
Tipo: Dissertação
Título: Remoção de algas via alimentação pelo microcrustáceo dendrocephalus brasiliensis (crustácea : anostraca)
Autor(es): Gonçalves, José Luiz
Abstract: O presente trabalho pesquisou a sobrevivência do crustáceo Dendrocephalus brasiliensis e as taxas de remoção de algas via alimentação, de efluente de lagoas de estabilização de uma indústria de esmagamento de soja. Os índices de sobrevivência foram testados com 20 náuplios.L-1 de efluente em temperatura controlada a 27oC e o resultado médio foi de 92,2%. Os experimentos foram divididos em três réplicas, sendo uma com período de seis dias e as outras duas com sete dias de duração. Estes períodos foram estipulados, com entendimento da fase adulta dos animais sinalizada pelo aparecimento dos ovários nas fêmeas. A remoção das algas do efluente foi testada em três experimentos, com animais adultos nas densidades de 10, 20 e 40 animais.L-1 de efluente. Cada experimento foi composto de três séries, com duração de 24 horas. Cada série foi composta por seis aquários, sendo três com animais e três sem animais (testemunhos). A melhor taxa de remoção foi obtida com a densidade de 10 animais.L-1 (90,03%), seguida pela densidade de 20 animais.L-1 (89,62%) e por último a densidade de 40 animais.L-1 (63,29%). Outros parâmetros físico-químicos de interesse para o sistema de tratamento de efluentes, também foram analisados antes e após a remoção das algas via alimentação pelo Dendrocephalus brasiliensis. Os parâmetros clorofila, turbidez, NTK, DQO e DBO5 tiveram seus valores reduzidos significativamente. A redução nos valores dos parâmetros foi a seguinte: clorofila no experimento 1 (93,03%), no experimento 2 (81,37%) e no experimento 3 (74,83%); turbidez no experimento 1 (81,37%), no experimento 2 (85,57%) e no experimento 3 (82,85%); NTK no experimento 1 (37,96%), no experimento 2 (16,47%) e no experimento 3 (40%); DQO no experimento 1 (45,07%), no experimento 2 (43,88%) e no experimento 3 (43,24%); DBO5 no experimento 1 (58,76%), no experimento 2 (63,98%), e no experimento 3 este parâmetro aumentou sua concentração para 441%.
The present work studied the performance of the crustacean Dendrocephalus brasiliensis, in the effluent of the waste stabilization ponds of a soy-processing factory, with regard to survival and rates of removal of algae through feeding. Survival indices were measured using 20 nauplii.L-1 of effluent, at a controlled temperature of 27oC, giving an average value of 92.2%. The experiments were divided into three replicates, one with duration of six days, and the others with duration of seven days. These durations were stipulated based on the maturation time of the animals, as indicated by the appearance of the ovaries in the females. Removal of algae from the effluent was analysed in three experiments, with adult animals at densities of 10, 20 and 40 animals.L-1 of effluent. Each experiment was composed of three series, each with duration of 24 hours. Each series consisted of six aquaria, three with animals, and three without (controls). The best rate of removal was obtained at a density of 10 animals.L-1 (90.03%), followed by the density of 20 animals. L-1 (89.62%), and lastly the density of 40 animals. L-1 (63.29%). Other physico-chemical parameters, of interest in systems of effluent treatment, were analyzed, before and after algal removal via feeding by Dendrocephalus brasiliensis. The parameters chlorophyll, turbidity, TKN, COD and BOD5 had their values significantly reduced. These reductions were as follows: chlorophyll in experiment 1 (93.03%), in experiment 2 (81.37%) and in experiment 3 (74.83%); turbidity in experiment 1 (81.37%), in experiment 2 (85.57%) and in experiment 3 (82.85%); TKN in experiment 1 (37.96%), in experiment 2 (16.47%) and in experiment 3 (40%); COD in experiment 1 (4507%), in experiment 2 (43.88%) and in experiment 3 (43.24%); BOD5 in experiment 1 (58.76%), in experiment 2 (63.98%), and in experiment 3 this parameter increased in concentration by 441%.
Palavras-chave: Alga
Camarão
Eutroficação
Limnologia
Lagoas de Estabilização
Crustáceo
Engenharia Sanitária e Ambiental
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1493
Data do documento: 2001
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Tecnologias Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
José Luiz Gonçalves.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.