Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1446
Tipo: Dissertação
Título: Prevalência de pneumonia associada à assistência à saúde em unidades de terapia intensiva
Autor(es): Souza, Aline Schio de
Abstract: A pneumonia hospitalar é a infecção mais comum em unidades de terapia intensiva (UTI) e apresenta um grande impacto na saúde pública, pois está relacionada ao aumento da morbidade, mortalidade e elevação dos custos hospitalares. O presente estudo teve como objetivo estimar a prevalência de pneumonia adquirida no hospital (PAH) em todas as unidades gerais de terapia intensiva de adultos do município de Campo Grande – MS. Foram caracterizados os pacientes internados nestas unidades, analisaram-se os fatores de risco e os casos de óbitos relacionados com a pneumonia adquirida no hospital. Estudo transversal, de prevalência de um dia que avaliou 87 prontuários. Destes, 37 possuíam o diagnóstico de pneumonia associada à assistência, resultando uma prevalência de 42,5%. A idade média de todos os pacientes internados nas UTIs no dia estudado foi de 63,09±18,03 anos. Pacientes com pneumonia associada à assistência apresentaram tempo de internação no hospital e na UTI significativamente maior do que aqueles que não apresentaram PAH. Entre os pacientes com pneumonia hospitalar, 83,8% faziam uso da ventilação mecânica, contra 36,0% nos pacientes sem PAH. Pacientes com pneumonia relacionada à assistência também fizeram mais uso de dispositivos invasivos como cateter venoso central, cateter de pressão venosa central e sonda nasogástrica. Em relação ao desfecho, 48,6% pacientes com pneumonia hospitalar evoluíram para óbito, e 18,0% foram a óbito entre os que não tinham PAH. A prevenção da pneumonia adquirida no hospital é extremamente difícil por estar relacionada a múltiplos fatores. Porém é fundamental que se conheça o perfil e as características clínicas dos pacientes, para que se possa implantar e implementar medidas de prevenção e controle das pneumonias relacionadas à assistência à saúde.
Pneumonia acquired in the hospital is the most common infection in intensive care units (ICU) and presents a major impact on public health, because it is related to increased morbidity, mortality and hospital costs. The present study aimed to estimate the prevalence of hospital-acquired pneumonia (HAP) in all units of general adult intensive care units in the city of Campo Grande - Mato Grosso do Sul, Brazil. Inpatients of the ICUs were characterized; risk factors and cases of death related to hospital-acquired pneumonia were analyzed. A one day prevalence study analyzed 87 medical records. Of these, 37 had a diagnosis of hospital-acquired pneumonia, resulting a prevalence of 42.5%. The average age of all ICU patients in the studied day was 63.09 ± 18.03 years. Patients diagnosed with hospital-acquired pneumonia showed length of stay in the hospital and in the ICU significantly higher than those who did not have HAP. Among the patients with HAP, 83.8% was using mechanical ventilation, compared with 36.0% without the infection. Patient with hospital-acquired pneumonia also presented higher use of invasive devices such as central venous catheter, central venous pressure catheter and nasogastric tube. Regarding the outcome, 48.6% of the patients with hospital-acquired pneumonia evolved to death, and only 18.0% died among the ones without HAP. The prevention of hospital-acquired pneumonia is extremely difficult because it is related to multiple factors. However it is essential to know the profile and clinical characteristics of patients, so that measures to prevent and control hospital-acquired pneumonia can be implanted and implemented.
Palavras-chave: Pneumonia
Prevalência
Unidades de Terapia Intensiva
Intensive Care Units
Prevalence
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1446
Data do documento: 2012
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Aline Schio.pdf594,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.