Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1373
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Avaliação de biossólido de águas servidas domiciliares como adubo em couve
Título(s) alternativo(s): Evaluation of biosolid fed by municipal waste-water sludge as a fertilizer in kale
Autor(es): Rocha, Ricardo Eiras Moreira da
Pimentel, Márcio Sampaio
Zago, Valéria Cristina Palmeira
Rumjanek, Norma Gouvêa
Polli, Helvécio De
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o biossólido e proveniente da estação de tratamento de águas servidas domiciliares, como adubo no cultivo da couve (Brassica oleraceae var. acephala, grupo Georgia). O trabalho foi em delineamento de blocos ao acaso, com três tratamentos de adubação, esterco bovino, biossólido e uréia, com quatro repetições. Amostras de solo de cada tratamento foram analisadas quanto a parâmetros químicos, microbiológicos e parasitológicos. Os níveis de metais pesados encontravam-se abaixo dos permitidos pela legislação internacional. Após 54 dias da incorporação do biossólido ao solo, os coliformes fecais eram praticamente nulos e, a partir dos 60 dias, não foram mais encontradas amostras positivas com ovos de helmintos, apesar do alto grau de contaminação inicial. As plantas adubadas com biossólido, na maior dose, comparadas ao esterco, apresentaram maior produtividade e menores teores de N total nas folhas. O biossólido foi classificado como B, pela concentração de coliformes fecais apresentada, tornando-o impróprio para aplicação em culturas de contato primário como as hortaliças. Os resultados indicam a importância de selecionar indicadores de sanidade que permitam o uso seguro deste adubo.
ABSTRACT - This work aimed to evaluate the biosolid from the municipal waste-water treatment, as fetilizer in kale (Brassica oleraceae var. acephala, group Georgia). The experiment was in a randomized complete block design with three fertilization treatments, cattle manure, biosolid and urea, and four replications. Soil samples from each treatment were chemically, microbiologically and parasitologically analyzed. The heavy metal levels were below those recommended by the international legislation. After 45 days of incorporation of the biosolid into the soil, the fecal coliforms were almost undetectable. After 60 days, none of the samples showed the presence of eggs of parasitic worms, despite the high initial number. The plants fertilized with biosolid, at the higher level, showed greater productivity and lower N content in leaf tissue than those fertilized with cattle manure. The biosolid was classified as Class B, according to concentration of fecal coliforms, and is not appropriate for cultures with primary contact, as vegetables. The results show the importance to select indicators of sanity which provide biosolid safety use.
Palavras-chave: Águas Residuárias
Metais Pesados
Helmintos
Coliformes
Sewage
Metals, Heavy
Helminths
Coliforms
Editor: Pesquisa Agropecuária Brasileira
Citação: ROCHA, Ricardo Eiras Moreira da et al . Avaliação de biossólido de águas servidas domiciliares como adubo em couve. Pesq. agropec. bras., Brasília, v. 38, n. 12, Dec. 2003 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2003001200010&lng=en&nrm=iso>. access on 14 May 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2003001200010.
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1373
Data do documento: Nov-2003
Aparece nas coleções:FAMEZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Avaliação de biossólido de águas.pdf44,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.