Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1318
Tipo: Tese
Título: Infecção pelo Paracoccidioides brasiliensis em população de assentamentos rurais de Jaraguari, Mato Grosso do Sul. Estudo epidemiológico utilizando a intradermorreação com gp43 e retestagem para avaliação do fenômeno booster.
Autor(es): Marques, Ana Paula da Costa
Abstract: Estudos sobre a epidemiologia da infecção paracoccidióidica são baseados em inquéritos realizados com testes intradérmicos, sendo a paracoccidioidina o antígeno mais utilizado, contudo, reações cruzadas com outras infecções fúngicas têm sido relatadas. A glicoproteína de 43 - kDa (gp43) por ser o componente mais antigênico do Paracoccidioides brasiliensis e apresentar maior especificidade vem sendo utilizada em testes intradérmicos. A prevalência da infecção paracoccidióidica nas diferentes áreas da América Latina e Brasil não é totalmente conhecida. Em Mato Grosso do Sul (MS), estado com base econômica agropecuária e com a maior frequência relativa de mortes por paracoccidioidomicose, se desconhece a prevalência da infecção paracoccidióidica. Os objetivos deste estudo foram: estimar a prevalência da infecção paracoccidióidica em assentamentos rurais do município de Jaraguari (MS) e avaliar os fatores de riscos associados à infecção; bem como identificar a ocorrência e estimar a taxa de fenômeno booster na intradermorreação com a gp43. Um estudo seccional foi realizado em oito assentamentos rurais do município de Jaraguari (MS). Dos 4555 assentados, uma amostra de 721 foi selecionada por conveniência. Os sujeitos do estudo foram submetidos a uma entrevista com dados demográficos e hábitos de vida e ao teste cutâneo com a aplicação intradérmica de 0,1mL de gp43 (60 g/mL) no antebraço esquerdo. A leitura do resultado foi realizada após 48 horas da aplicação, e o teste foi considerado positivo se a medida do maior diâmetro de induração fosse maior ou igual a 5mm. Nos indivíduos negativos, foi realizada a retestagem do teste intradérmico com a gp43 após 10 a 15 dias da primeira aplicação para observação da ocorrência do fenômeno booster. Foram incluídos 695 sujeitos. A prevalência estimada da infecção foi de 45,8% (CI 95% = 42,1% - 49,5%) considerando a primeira testagem. Houve variação de 23,3% a 70,3% nos diferentes assentamentos participantes. A prevalência aumentou significativamente com a idade. Não houve diferença entre os sexos e nenhum outro fator associado ao risco de infecção foi identificado. O fenômeno booster na intradermorreação para detecção de infecção por P. brasiliensis foi pela primeira vez estudado e a taxa estimada foi de 8,4% (CI 95% = 5,4% - 12,3%). Este valor corresponde ao percentual de resultados falso-negativos de um único teste intradérmico. Os resultados revelam a importância da infecção paracoccidióidica em alguns assentamentos rurais do Estado, evidenciando a exposição precoce das crianças ao fungo na região estudada, e, ajudam a compor o panorama da infecção na América Latina e Brasil. Para que os inquéritos epidemiológicos possam ser comparáveis e reflitam com mais exatidão a realidade da infecção paracoccidióidica nas áreas endêmicas é necessário que o antígeno utilizado seja padronizado para este fim.
Studies about the epidemiology of paracoccidioidomycosis are based on surveys achieved with intradermal tests and the paracoccidioidin is the antigen used in most cases. However, cross-reactions with other fungal infections have been reported. The glycoprotein of 43 - kDa (gp43) has been used in intradermal tests. It is the most antigenic component of Paracoccidioides brasiliensis and it provides greater specificity for this fungus. The prevalence of the paracoccidioidic infection in different areas of Latin America and Brazil is not fully known. Mato Grosso do Sul (MS), a state with an agricultural economic base, has the highest relative frequency of deaths from paracoccidioidomycosis, but the prevalence of paracoccidioidic infection never has been studied. The objectives of this study were to estimate the prevalence of paracoccidioidic infection in rural settlements of the municipality of Jaraguari (MS) and to assess the risk factors associated with infection, as well as identify and estimate the occurrence rate of the booster phenomenon in intradermal test with gp43. A cross sectional study was conducted in eight rural settlements in the municipality of Jaraguari (MS). Of the 4555 settlers, a sample of 721 was selected for convenience. The study subjects underwent an interview with demographics and lifestyle. A skin test was administered with intradermal application of 0.1 mL of gp43 (60 g/mL) in the left forearm. The reading of the results was performed after 48 hours of application, and the test was considered positive if the measure of the maximum diameter of induration was greater than or equal to 5mm. Individuals who tested negative, were retested with gp43 between 10 and 15 days after the first test for observation of the occurrence of the booster phenomenon. The study included 695 subjects. The estimated prevalence of infection was 45.8% (95% CI = 42.1% - 49.5%) considering the first test and increased significantly with age. The prevalence ranged from 23.3% to 70.3% in the different settlements. There was no difference between the sexes and no other factor associated with risk of infection was identified. It was the first study that the booster phenomenon in intradermal test for infection by P. brasiliensis was performed and the estimated rate was 8.4% (95% CI = 5.4% - 12.3%). This would correspond to the percentage of false-negative results of a single intradermal test. The results reveal the importance of paracoccidioidic infection in some rural settlements in the state. It showed children's early exposure to the fungus in the study area, and describes a panorama of infection in Latin America and Brazil. For epidemiological surveys to be comparable and reflect more accurately the reality of Paracoccidioides infection in endemic areas, it is necessary for the antigen used to be standardized for this purpose.
Palavras-chave: Glicoproteínas
Infecção - epidemiologia
Testes Intradérmicos
Saúde da População Rural - estatística & dados numéricos
Glycoproteins
Infection - epidemiology
Intradermal Tests
Rural Health - statistics & numerical data
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1318
Data do documento: 2012
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Paula da Costa Marques.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.