Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1310
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Hypoacousis prevalence in Kaiowá and Guarani indigenous children
Título(s) alternativo(s): Prevalência de hipoacusia em crianças indígenas Kaiowá e Guarani
Autor(es): Pícoli, Renata Palópoli
Carandina, Luana
Ribas, Dulce Lopes Barbosa
Abstract: OBJETIVOS: identificar a prevalência de hipoacusia em crianças indígenas Kaiowá e Guarani. MÉTODOS: estudo transversal, com uma amostra de 126 crianças indígenas de zero a 59 meses da Terra Indígena de Caarapó, em Mato Grosso do Sul, Brasil. As crianças foram submetidas ao exame das emissões otoacústicas evocadas transitórias, que serviu como triagem auditiva. O reteste foi realizado nas crianças que apresentaram resultado alterado na triagem auditiva. Os casos que, no reteste, permaneceram alterados foram encaminhados para o exame da imitanciometria. RESULTADOS: na triagem auditiva, foram identificadas 25 (23,6%) crianças com resultado alterado; dessas, 17 apresentaram resultado normal no reteste e 6 permaneceram com resultado alterado, sendo encaminhadas para imitanciometria. A prevalência de hipoacusia identificada ao final do estudo foi de 5,6%, sendo 3 (2,8%) do tipo condutiva e 3 (2,8%) do tipo neurossensorial. Estas últimas foram encaminhadas à avaliação otorrinolaringológica complementar para confirmação diagnóstica. As alterações auditivas identificadas neste estudo não apresentaram diferenças significantes quanto ao sexo e grupo etário. CONCLUSÕES: a prevalência de alteração auditiva encontrada nesta população alerta para a necessidade de implantação de programas de saúde auditiva e sua articulação com outras ações desenvolvidas na atenção à saúde infantil dos Kaiowá e Guarani.
ABSTRACT - OBJECTIVES: to determine hypoacousis prevalence in Kaiowá and Guarani indigenous children. METHODS: a cross-sectional study was performed using a sample of 126 indigenous children from zero to 59 months old from the Caarapó Indian Reserve, Mato Grosse do Sul, Brazil. Hearing ability screening was performed by measuring transient evoked otoacoustic emissions. Children with hearing impairment were retested. Confirmed cases following retest were referred to imitanciometry testing. RESULTS: during hearing ability screening, 25 (23.6%) children showed hearing impairment. Seventeen children had normal outcomes during retest and six of them confirmed hearing impairment and were referred to imitanciometry testing. Hypoacousis prevalence identified by the study reached 5.6%, 3 (2.8%) and 3 (2.8%) suggestive of conductive and sensorineural types, respectively. The last ones were referred to complementary otorhinolaryngologic assessment for diagnosis confirmation. Hearing impairment cases determined by this study were not statistically significant when related to gender and age. CONCLUSIONS: problems concerning the prevalence of hearing impairment determined in the focused population suggest the need for hearing health programs to be developed with other child health programs.
Palavras-chave: Epidemiologia
Perda Auditiva
Índios Sul-Americanos
Emissões Otoacústicas Espontâneas
Epidemiology
Hearing Loss
Indians, South American
Otoacoustic Emissions, Spontaneous
Editor: Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil
Citação: PICOLI, Renata Palópoli; CARANDINA, Luana; RIBAS, Dulce Lopes Barbosa. Hypoacousis prevalence in Kaiowá and Guarani indigenous children. Rev. Bras. Saude Mater. Infant., Recife, v. 6, n. 2, June 2006 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292006000200003&lng=en&nrm=iso>. access on 26 Apr. 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292006000200003.
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1310
Data do documento: Abr-2006
Aparece nas coleções:CCBS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Hypoacousis prevalence in Kaiowá and Guarani.pdf63,02 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.