Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1069
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Etnobotânica de Plantas Medicinais no Assentamento Monjolinho, município de Anastácio, Mato Grosso do Sul, Brasil
Título(s) alternativo(s): Ethnobotany of medicinal plants in the Monjolinho settlement, Anastácio, Mato Grosso do Sul, Brazil
Autor(es): Cunha, Simone Alves da Cunha
Bortolotto, Ieda Maria
Abstract: O objetivo desse trabalho foi realizar um estudo etnobotânico sobre as plantas medicinais utilizadas pelos moradores do assentamento Monjolinho, Anastácio, Mato Grosso do Sul. Foram entrevistados através do método bola de neve 35 moradores (33 mulheres). As espécies (210) pertencem a 72 famílias, destacando-se as nativas do Cerrado, sendo o restante cultivado próximos das casas. Fabaceae e Asteraceae foram as mais citadas. Das 23 espécies de Fabaceae, 20 são nativas. As espécies que obtiveram o maior número de citações foram jatobá (Hymenaea spp.) e o barbatimão (Stryphnodendron obovatum Benth.) e as com índice de concordância de uso (CUP) alto foram barbatimão (S. obovatum) e cancorosa (Maytenus ilicifolia (Schrad.) Planch). As folhas foram as partes mais utilizadas. As doenças do aparelho respiratório e geniturinário foram as mais citadas. A diversidade (H'= 5,03) de uso das espécies é alta. O conhecimento foi adquirido entre amigos (37%), cursos (17%) ou família (39%) e mostra que, ao longo do tempo, há expressivo aproveitamento das espécies medicinais e conhecimento da comunidade.
ABSTRACT - This work carried out an ethnobotanical survey of the medicinal plants used by the inhabitants of the Monjolinho settlement in Anastácio city, in the state of Mato Grosso do Sul. The goal of this work was to verify how residents congregate information brought from their place with information obtained where they live now, and to verify how the knowledge of spontaneous and native species from cerrado varies in relation to the specie cultivated. A total of 35 inhabitants were interviewed using the snowball method (33 women). The species (210) recorded belong to 72 families. Of these, many are native Cerrado species and the remaining species are cultivated next to the houses. Fabaceae and Asteraceae were the most cited families. Of the 23 species of Fabaceae, 20 are native. The species with the highest number of citations were jatobá (Hymenaea spp.) and barbatimão (Stryphnodendron obovatum Benth.). Those with a high agreement index of use (CUP) were barbatimão (S. obovatum) and cancorosa (Maytenus ilicifolia (Schrad.) Planch). Leaves represented the most used parts. Diseases of the respiratory and genitourinary systems were cited. The species use diversity (H' = 5,03) was high. The information was acquired from friends (37%), courses (17%) or family (39%), and shows that there is use of medicinal species, and knowledge about these plants, in the community.
Palavras-chave: Savana
Plantas Medicinais
Etnobotânica
Savannah
Plants, Medicinal
Ethnobotany
Editor: Acta Botanica Brasilica
Citação: CUNHA, Simone Alves da; BORTOLOTTO, Ieda Maria. Etnobotânica de Plantas Medicinais no Assentamento Monjolinho, município de Anastácio, Mato Grosso do Sul, Brasil. Acta Bot. Bras., Feira de Santana, v. 25, n. 3, set. 2011 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062011000300022&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 27 fev. 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062011000300022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Identificador DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062011000300022
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1069
Data do documento: 2011
Aparece nas coleções:CCBS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Etnobotanica de plantas medicinais.pdf902,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.