Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1061
Tipo: Dissertação
Título: A mulher e o Pantanal: uma relação de trabalho e de identidade
Autor(es): Thomé, Pollianna
Abstract: O turismo configura-se como a atividade econômica que mais cresce no Pantanal brasileiro, região onde há predominância da propriedade privada da terra para criação de gado bovino. Em sobreposição ou substituição à pecuária, a atividade turística atua sobre a dinâmica das fazendas, valorizando e se apropriando do patrimônio natural e cultural, interferindo nas relações interpessoais, assim como das pessoas com o meio, compondo um cenário em transformação. Entre as mudanças observadas está o papel da mulher na sociedade pantaneira, cujo trabalho ganhou maior importância nas fazendas por desempehar atividades essenciais para o turismo como a limpeza e arrumação dos quartos e serviço de alimentação dos turistas. O objeto de estudo desta dissertação é diagnosticar a territorialidade do turismo sobre uma região específica do Pantanal através do olhar das mulheres que moram e trabalham nas fazendas. Chamada de Região do rio Negro, esta porção do Pantanal existe da referência espacial, histórica e sócio-cultural para a população que habita as fazendas daquele local. Utilizando a abordagem cultural da Geografia, cujo enfoque é a construção de um conhecimento das realidades sociais considerando as determinações materiais, históricas e geográficas das pessoas que o produzem, esta dissertação aborda o tema a partir de um viés da antropologia do turismo, na medida em que os aspectos da cultura e das relações familiares são fundamentais na compreensão de seu objeto. Através da observação participante, foi diagnosticado o universo feminino em quatro fazendas que atuam com turismo na região, assim como entrevistas não-diretivas foram feitas com proprietárias, suas funcionárias e familiares. Como resultado da pesquisa, verificou-se que o trabalho feminino nas fazendas de turismo é árduo, pois lhes exige força física bem como coragem para permanecer em meio às adversidades do meio, como cobras e mosquitos, e por estar longe de seus familiares que vivem na cidade. Por outro lado, à medida que aumenta a oferta de trabalho feminino nas fazendas, o turismo propicia maior participação das mulheres na renda familiar e lhes dá autonomia para investir em qualidade de vida e educação de seus filhos e netos. Seu trabalho é valorizado por seus maridos e pelos proprietários, mas para a maioria dos turistas permanece a figura do homem vaqueiro como a expressão da cultura pantaneira. As inserções tecnológicas e o turismo contribuem com a qualidade de vida das mulheres que vivem nas fazendas, pois facilitam o acesso e a comunicação com seus familiares. Por outro lado, o turismo limita suas relações familiares e sociais com pessoas de fazendas vizinhas, pois impõe um ritmo de trabalho e descanso diferenciado do tradicional regime pastoril. Este trabalho oferece ainda algumas tendências sobre a territorialidade do turismo na Região do rio Negro.
Tourism, as an economic activity, grows in the Brazilian Pantanal, where there is predominance for more than 200 years of land private property for bovine cattle creation. In overlapping or substitution to the cattle industry, the tourism acts on the farms dynamics, valuing and appropriating the natural and cultural patrimony, intervening on the interpersonal relations, as well as on the people’s perception of environment, composing a scene in transformation. In the observed changes, prominence for the woman’s paper in the Pantanal society, whose work reached greater importance on the farms. They develop essential activities for the tourism as the services of cleaning rooms and cooking for tourists. The study object of this essay is to diagnosis the territoriality of tourism on a specific region of the Pantanal through the look of the women who live and work in the farms. Called as Rio Negro Region, this portion of the Pantanal exists from the space, historical and cultural reference for the population that inhabits the farms of that place. Using the cultural boarding of Geography, whose approach is the construction of a knowledge of the social realities considering the material determination, historical and geographic of the people that produce it, this essay approaches the subject from a view of the anthropology of tourism, because the aspects of the culture and the familiar relations are basic for understanding this object. Through the participant observation, the feminine universe in four farms that act with tourism in the region was diagnosised, as well as not-directive interviews had been made with familiar proprietors, its employees and their families. As result of the research, it is possible to say that the feminine work in the tourism farms is arduous, therefore demands them physical force as well as courage to deal to the adversities of environment, as snakes and mosquitos, and for being far from its families that live in the city. On the other hand, tourism increases offers of feminine work in the farms, what propitiates greater participation of the women in the familiar income and their autonomy to invest in quality of life and education to its children and grandsons. Its work is valued by its husbands and the proprietors, but for the majority of tourists it remains the figure of the cattle man as the expression of Pantanal culture. The technological insertions and the tourism contribute with the women quality of life, therefore facilitate the access and the communication with its familiar ones. On the other hand, tourism limits its familiar and social relations and also between neighboring farms, therefore it imposes a rhythm of work and rest differentiated of the traditional pastoral regimen. This work still offers some trends about the tourism territoriality in the Rio Negro Region.
Palavras-chave: Mulheres
Gêneros (Grupos Sociais)
Turismo
Pantanal - Brasil
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/1061
Data do documento: 2008
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Geografia (Campus de Aquidauana)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pollianna Thomé.pdf2,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.