Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/877
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMendonça, Paulo Sergio Miranda-
dc.contributor.authorAraújo, Geraldino Carneiro de-
dc.date.accessioned2011-11-23T11:43:29Z-
dc.date.available2011-11-23T11:43:29Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/877-
dc.description.abstractO presente trabalho parte do pressuposto de que o processo de adequação às normas internacionalmente reconhecidas promove a sustentabilidade empresarial. Para tanto, foi analisado um frigorífico exportador de carne bovina no estado de Mato Grosso do Sul, Frigorífico Independencia, unidade produtiva de Nova Andradina.O referencial teórico apresenta (i) caracterização bovinocultura de corte sul-mato-grossense, (ii) contextualização das normas internacionalmente reconhecidas e (iii) conceito e discussão de sustentabilidade empresarial. (i) O fluxo agroindustrial da carne bovina é desestruturado, pois não há um agente coordenador. Mesmo assim, a carne bovina é um dos produtos mais exportados pelo país, apesar do problema da Febre Aftosa em 2005, que gerou alguns problemas no relacionamento com os clientes externos (organizacionais). (ii) As normas internacionalmente reconhecidas (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 e a SA 8000) certificam as organizações em termos de qualidade, meio ambiente, saúde e segurança ocupacional e responsabilidade social. O SIG (Sistema Integrado de Gestão) integra a implantação e a implementação das normas. (iii) Para um melhor entendimento sobre a sustentabilidade empresarial, é preciso inicialmente conceituar o desenvolvimento sustentável, aquele que supre as necessidades presentes e se preocupa em atender as necessidades das gerações futuras. A discussão atual é que essas ações devam ser públicas; entretanto, a pressão da sociedade sobre as organizações exige ações sócio-ambientais privadas. Quando uma empresa apresenta valores ambientais e sociais e os alia com os fatores economicos, podemos dizer que se trata de sustentabilidade empresarial. Sobre o método, utilizou-se o tipo de pesquisa exploratório e qualitativo; o método de pesquisa é o de estudo de caso; o instrumento de pesquisa foi a entrevista; o método de coleta de dados foi de documentação e observação direta intensiva; e o método de análise dos dados foi a Grounded Theory, Teoria Fundamentada. Os resultados se dividem em cinco blocos que respondem aos objetivos específicos. Primeiro: apresenta o perfil organizacional do frigorífico: atende principalmente o mercado externo (cerca de 30 anos de mercado); tem 11 unidades produtivas; produz, além da carne bovina (foco da empresa), carne suína, couro e adubo orgânico. Segundo: descreve o processo de adequação às normas, que ocorreu com a implantação simultanea em 14 meses, com poucas mudanças na estrutura organizacional, uma vez que já havia alguns princípios de gestão da qualidade, meio ambiente, saúde e segurança e responsabilidade social. Terceiro: evidencia o desenvolvimento do SIG e destaca a manutenção dos requisitos normativos. Quarto: expõem as ações da empresa que geram sustentabilidade nas dimensões ambiental (programa de controle e/ou tratamento de resíduos, efluentes e gases), social (programas sócio-educacionais para o desenvolvimento da comunidade e programas internos visando ao bem-estar e ao desenvolvimento dos colaboradores) e econômica (retorno dos investimentos, resultados econômicos e financeiros positivos). Quinto: correlacionam as categorias de análise do processo de adequação às normas com as categorias de análise da sustentabilidade empresarial. O trabalho conclui que o processo de adequação às normas internacionalmente reconhecidas promovem a sustentabilidade empresarial.pt_BR
dc.description.abstractThis paper assumes that the process of suitability to the internationally recognized norms promotes enterprise sustainability. A beef-exporting slaughterhouse in the state of Mato Grosso do Sul, Frigorífico Independência, Nova Andradina branch, was analysed. The theory presents: (i) characterization of beef cattle in Mato Grosso do Sul, (ii) contextualization of the internationally recognized norms and (iii) concept and discussion of enterprise sustainability. (i) Beef agro-industrial flux lacks structure, because there is no coordinating agent. Even so, beef is one of Brazil's most exported products, in spite of the 2005 foot-and-mouth epidemics, which caused some problems in the relationship with external clients (organizational). (ii) The internationally recognized norms (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 and SA 8000) certify the organizations in terms of quality, environment, occupational safety and health and social responsibility. SIG (Sistema Integrado de Gestão, Management Integrated System) integrates the implantation and implementation of the norms. (iii) For better understanding of enterprise sustainability, it is necessary to define sustainable development as that which meets both current and future needs. The current discussion is that these actions should be public; however, the society pressure on the organizations demands private socio-environmental actions: when an enterprise presents social and environmental values and relates them with economic factors, enterprise sustainability is present. Methodology: exploratory and qualitative research type was used; case study was the research method; interview was the research tool; data were collected through documentation and intensive direct observation; Grounded Theory was the data collection method. The results are divided into five blocks corresponding to the specific objectives. First: the slaughterhouse's organizational profile is presented. It supplies mostly the external market (it has been in market for 30 years); has 11 production units; besides beef (the industry's main product), it produces pork, leather and organic fertilizer. Second: the process of suitability to the norms is described. This process was simultaneous with the implantation of the norms in 14 months, with few changes in the organizational structure, since there were already some principles of quality management, environment, health and social responsibility. Third: the development of SIG is shown and the maintenance of normative requirements is enhanced. Forth: the enterprise actions that generate sustainability are exposed in several dimensions: environmental (a program of control and/or treatment of wastes, effluents and gases), social (socio-educational programs for the community development and internal programs aiming at the collaborators well-being and development) and economic (return of investments, economic results and positive finance). Fifth: the categories of analysis of the process of suitability to the norms are related to the categories of analysis of enterprise sustainability. In conclusion, the process of suitability to the internationally recognized norms promotes enterprise sustainability.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBovinocultura de Corte - aspectos econômicospt_BR
dc.subjectSustentabilidade - aspectos econômicospt_BR
dc.subjectFrigoríficos - Mato Grosso do Sulpt_BR
dc.titleO processo de implantação da sustentabilidade em frigoríficos: estudo de caso no Frigorífico Independenciapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Agronegócios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Geraldino Carneiro de Araújo.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.