Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/416
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSouza, Albert Schiaveto de-
dc.contributor.authorSilva, Sheila Insfran da-
dc.date.accessioned2011-08-30T13:12:31Z-
dc.date.available2011-08-30T13:12:31Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/416-
dc.description.abstractIntrodução: A dopamina, a adenosina e o óxido nítrico (NO) desempenham um papel importante na função dos núcleos da base do encéfalo, todavia, a interação entre estes, na modulação do comportamento motor ainda permanece pouco esclarecida. Objetivos: Avaliar a interação entre a adenosina, dopamina e óxido nítrico nos núcleos basais, por meio da avaliação do comportamento motor, em um modelo animal da doença de Parkinson. Material e Métodos: Animais e grupos experimentais de Camundongos Suíços (n=272), machos, pesando entre 20 e 30g. Experimento I: Os animais receberam injeção intra peritonial (i.p.) de salina ou cafeína, seguida pela aplicação i.p. salina ou L-Arginina, haloperidol, L-NOARG ou L-NAME após 30 minutos, perfazendo um total de 5 grupos experimentais. Experimento II: Os animais receberam injeção (i.p.) com salina ou NECA (5’, NEtilcarboxamidoadenosina), seguida pela aplicação i.p. de salina ou L-Arginina, ou haloperidol ou L-NOARG ou L-NAME após 30 minutos, perfazendo um total de 5 grupos experimentais. Após os intervalos de tempo 30, 60 e 90 minutos subseqüentes a aplicação das drogas, os animais foram submetidos à avaliação funcional no teste de catalepsia e campo aberto. Análise estatística: Os resultados foram analisados pelo software SigmaStat para Windows na versão 2.0. As médias dos fatores tratamento e tempo foram comparadas por ANOVA de duas vias de medidas repetitivas. A comparação entre os grupos experimentais, em relação às variáveis tempo de catalepsia, quadrantes percorridos e erguimentos, foi realizada por meio do teste ANOVA de uma via, seguido pelo pós-teste de Duncan. A comparação entre os momentos de análise, em relação ao tempo de catalepsia, foi realizada por meio do teste ANOVA de uma via de medidas repetitivas, seguido pelo pós-teste de Duncan. Em todos os testes realizados foi considerado um nível de significância de 5%. Resultados: O antagonismo de receptores de dopamina, com haloperidol, e a inibição da sintase do óxido nítrico (NOS), com L-NOARG, causaram catalepsia e hipolocomoção nos animais, sendo estas alterações do comportamento motor, parcialmente revertidas pela cafeína, um antagonista não seletivo de receptores de adenosina. O agonista de receptores de adenosina NECA levou a efeitos motores inversos àqueles observados pela aplicação de cafeína, causando por si só, catalepsia e hipolocomoção nos animais. Além disso, NECA potencializou a ação do haloperidol e do L-NOARG. Conclusão: A modulação do comportamento motor é influenciada pela ação e interação de diversos neurotransmissores e que esta vai além da ação da dopamina, nos núcleos da base do encéfalo. As observações deste estudo corroboram com a hipótese da ação inibitória da adenosina sobre receptores D2 de dopamina e sugere uma estreita interação entre dopamina, óxido nítrico e adenosina, nos núcleos da base do encéfalo.pt_BR
dc.description.abstractIntroduction: Dopamine, adenosine and nitric oxide (NO) perform an important role in the brain’s basal nuclei function. However, the interaction between these, in the motor behavior modulation still not well clarified. Aims: Evaluate the interaction between the dopamine, adenosine and nitric oxide in the basal nuclei, through the evaluation of the motor behavior, in an animal model of Parkinson disease. Material and Methods: Animals and experimental groups of Swiss mice (n=272), male, weighting between 20 and 30 gr. Experiment I: The animals received an intraperitoneal injection (i.p.) of saline or caffeine, followed by the (i.p.) injection of saline or L-Arginina, haloperidol, L-NOARG or L-NAME after 30 minutes, coming to a total of 5 experimental groups. Experiment II: The animals received an (i.p.) injection of saline or NECA (5’, N-Etilcarboxamidoadenosine), followed by an (i.p.) injection of saline or L-Arginina, or haloperidol or L-NOARG or L-NAME after 30 minutes, coming to a total of 5 experimental groups. After breaks of 30, 60 and 90 minutes subsequent the drugs application, the animals were submitted to a functional evaluation in the catalepsy test and open field test. Statistical Analysis: The obtained results were analyzed by the SigmaStat software for Windows, version 2.0 The averages of treatment and time factors were compared by Two Way Repeated Measures ANOVA test. The comparison between the experimental groups, related to catalepsy time variables, the walked quadrant and raising, were done through an One Way Repeated Measures ANOVA test followed by Duncan post test. The comparison of the analysis moments, related to the catalepsy time was done through the One Way Repeated Measures test followed by the Duncan post test. In all these tests was considered a significant level of 5%. Results: The antagonism of the dopamine receptors, with haloperidol, and the inhibition of the nitric oxide synthase, with L-NOARG, caused catalepsy and hipolocomotion in the animals, and these motor behavior were partly reverted by caffeine, which is a non selective adenosine receptor. The agonist of adenosine receptors NECA took the inverse motor effects to those observed by the caffeine application, causing catalepsy and hipolocomotion in the animals. Besides that, NECA potentiated the action of haloperidol and L-NOARG. Conclusion: The modulation of the motor behavior is influenced by the action and interaction of many neurotransmitters and it goes further the dopamine action, in the brain’s basis nucleus. The observations of this study corroborates with the hypothesis of an inhibition action of the adenosine upon the D2 receptors of dopamine and suggest an close interaction between dopamine, nitric oxide and adenosine and brain’s basis nucleus.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAdenosinapt_BR
dc.subjectDopaminapt_BR
dc.subjectÓxido Nítricopt_BR
dc.subjectDoença de Parkinsonpt_BR
dc.subjectAdenosinept_BR
dc.subjectDopaminept_BR
dc.subjectNitric Oxidept_BR
dc.subjectParkinson Diseasept_BR
dc.titleInteração entre adenosina, dopamina e óxido nítrico nos núcleos basais : análise do comportamento motor em um modelo animal da doença de Parkinsonpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Sheila Insfran da Silva.pdf610,89 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.