Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/391
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBastos, Paulo Roberto Haidamus de Oliveira-
dc.contributor.authorGardenal, Mirela-
dc.date.accessioned2011-08-23T12:25:43Z-
dc.date.available2011-08-23T12:25:43Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/391-
dc.description.abstractAs fissuras orofaciais são malformações congênitas que apresentam uma diversidade clínica, podendo ocorrer isoladamente ou associada a outras anomalias. O objetivo deste estudo observacional de corte transversal foi determinar a prevalência dos tipos de fissuras orofaciais congênitas, diagnosticadas no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/USP), em casos residentes no Estado de Mato Grosso do Sul, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2007. Foram estudados os casos de fissura orofacial congênita e não sindrômicos. Ocorreram 271 casos diagnosticados pela classificação de SPINA, onde prevaleceram as fissuras transforames incisivo, unilaterais, predominante para o lado esquerdo e acometeram com maior freqüência o gênero masculino e a etnia branca. No SINASC foram notificados 98 casos de fissura para mesmo período, correspondendo a uma prevalência de 0,49 por mil nascimentos. No presente estudo foi possível estimar a prevalência da fissura pelos dados do hospital e pelo SINASC. Estudos futuros a respeito da epidemiologia das fissuras orofaciais no estado de Mato Grosso do Sul e Região Centro-oeste, utilizando terminologia uniforme para a classificação são necessários para comparar e acompanhar a evolução temporal da prevalência.pt_BR
dc.description.abstractThe orofacial fissures detached among the congenit anomalies that show a clinic diversity, occurring isolated or associated to others anomalies. The aim of these observational study of transversal court was determinate the prevalence of the types of congenital orofacial fissures, diagnosticated at Hospital de Anomalias Craniofaciais (HRAC/USP), about cases of Mato Grosso do Sul, during january of 2003 to december of 2007. It was studied the congenital orofacial fissures cases and no sindromics. About 271 cases were diagnosticated for the SPINA classification, and unilateral incisive transforamen cleft predominant to the left side fissures prevailed and charged with most frequence the masculine gender and white etnia. At SINASC it were notificated 98 cases of fissures for the same period, corresponding to the prevalence of 0,49/thousand of births. At these study was possible to estimate the prevalence of fissures from the data of hospital and SINASC. Feature studies about epidemiology of orofacials fissures at Mato Grosso do Sul and Centro-Oeste region, using uniform terminology for the classification were necessary to compare and to attend the temporal evolution of the prevalence.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.subjectAnormalidades Congênitaspt_BR
dc.subjectFissura Palatinapt_BR
dc.subjectEpidemiologypt_BR
dc.subjectCongenital Abnormalitiespt_BR
dc.subjectCleft Palatept_BR
dc.titlePrevalência das fissuras orofaciais congênitas diagnosticadas no estado de Mato Grosso do Sulpt_BR
dc.title.alternativePrevalence of congenital orofacial fissures diagnosticated in the state of Mato Grosso do Sulpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Mirela Gardenal.pdf913,35 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.