Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufms.br/handle/123456789/3196
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorLaura, Valdemir Antônio-
dc.contributor.authorBaungartner, Jone Joséli-
dc.date.accessioned2017-07-26T13:18:25Z-
dc.date.available2017-07-26T13:18:25Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufms.br/handle/123456789/3196-
dc.description.abstractUrochloa decumbens (Syn. Brachiaria decumbens Stapf.) vem sendo utilizada amplamente como forrageira em pecuária extensiva por todo o País, especialmente por sua alta produtividade sob condições de solos ácidos e com baixa fertilidade natural. A espécie, apesar de suas características positivas, possui hoje, comercialmente, apenas uma cultivar comercial, U. decumbens cv. Basilisk. Com base nisso, a Embrapa Gado de Corte vem realizando o melhoramento genético com vista em lançar nova(s) cultivar(es) que mantenham e potencializem as qualidades da espécie, promovendo maior diversificação de pastagens. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho radicular de 38 híbridos intraespecíficos de Urochloa decumbens, além da própria U. decumbens cv. Basilisk (tolerante ao alumínio) e U. ruziziensis (sensível ao alumínio), sob condições de soluções nutritivas com e sem alumínio tóxico (CaCl2 200 µM + AlCl3 200 µM e CaCl2 200 µM). Foram realizadas avaliações do comprimento da maior raiz (no início e final do experimento) e biomassa seca total de raízes (no final do experimento), sendo os dados submetidos ao teste de Tukey (P<0,05). Resultados de vigor radicular dão destaque aos genótipos 616-1, 232-1, R23, X9, S16, 1262-1, X79, X44 e R147, apresentando valores semelhantes ou maiores que as cultivares comerciais testadas. Quanto à inibição do crescimento radicular por alumínio, não houve diferença significativa entre os híbridos estudados. Os híbridos X67, X19 e X9 apresentaram maior acúmulo de biomassa no tratamento sem toxidez, variando entre 7,4 e 4,6%, enquanto os híbridos 419-2, 234-1 e R128 apresentaram maiores valores na presença do metal.pt_BR
dc.description.abstractABSTRACT - Urochloa decumbens (Syn. Brachiaria decumbens Stapf.) has been widely used as a forage in extensive livestock farming throughout Brazil, especially for its high productivity under conditions of acidic soils and with natural low fertility. The species, in spite of its positive characteristics, today has only one commercial cultivar, U. decumbens cv. Basilisk. Based on this, Embrapa Beef Cattle has been carrying out genetic improvements with the objective of releasing new cultivar(s) that maintain and enhance the qualities of this species, promoting pasture diversification. The objective of this work was to evaluate the root performance of 38 intraspecific hybrids of Urochloa decumbens, in addition to U. decumbens cv. Basilisk (aluminum tolerant) and U. ruziziensis (aluminum sensitive) under nutrient solution conditions with and without toxic aluminum (200 μM CaCl2 + 200 μM AlCl3 and 200 μM CaCl2). Evaluations of the length of the largest root (at the beginning and the end of the experiment) and total dry root biomass (at the end of the experiment) were performed. Results of root vigor highlighted genotypes 616-1, 232-1, R23, X9, S16, 1262-1, X79, X44 and R147, as showing values similar to or greater than the commercial cultivars tested. Regarding the inhibition of root growth by aluminum, there was no significant difference between the studied hybrids. Hybrids X67, X19 and X9 presented higher accumulation of biomass in the treatment without toxicity, ranging from 7.4 to 4.6%, while hybrids 419-2, 234-1 and R128 showed higher values in the presence of the metal.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSolos - acidezpt_BR
dc.subjectPlantas Forrageiraspt_BR
dc.subjectPlantas - melhoramento genéticopt_BR
dc.subjectSoil Aciditypt_BR
dc.subjectForage Plantspt_BR
dc.subjectPlant Breedingpt_BR
dc.titleAvaliação da tolerância de híbridos de Urochloa decumbens ao alumínio tóxicopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Parcial Avaliação da tolerância de híbridos de.pdf8,77 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.